:: pinóquio ::

finge que não, mas mente,
com a convicção cirúrgica necessária
para convencer qualquer coração idiota como o meu,
sedento por qualquer (in)verdade.

Enxergo a cada dia meus erros e incompletudes,
mas isso não muda nada:
te enterro de novo, de novo, e de novo; quase todos os dias.
e hoje você nem mais existe - talvez nunca tenha existido.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

:: me pega do chão, põe no céu ::

:: livre ::

:: olha meu amor, eu estou voltando... ::